6 Responses to Religião & Respeito

  1. Regilene Santos do Nascimento says:

    Excelentes colocações (como sempre)! A dignidade da pessoa humana (garantia constitucional primária) é um princípio e como tal, não excludente de quem quer se seja.
    O Brasil é um país laico, mas as pessoas, individualmente consideradas, não o são (em uma expressiva maioria). O legislador constituinte originário tratou de conferir a liberdade de opções religiosas (artigo 5o, VI, VII e VIII) e aquele que pretender submeter a sua religião a outrem, corre o risco de violar outra garantia constitucional: o inciso X desse mesmo artigo 5o da Lei Maior, que tutela a inviolabilidade da intimidade, a imagem, a honra e a vida privada DE CADA UM.
    Portanto, é extremamente importante que, sempre que possível, procuremos realmente conhecer as várias filosofias religiosas que existem no mundo, a fim de guardarmos respeito a todos os demais indivíduos com os quais interagimos e, assim, podermos exigir respeito às nossas próprias opções religiosas.
    Paz e bem a todos!

  2. sandro r farinha says:

    eu concordo em parte pois hoje o que pratico é espiritualidade pincando os bons ensinamento de varias religioes e dotrina,pois cheguei a conclusao que uma unica religiao é dogmatica.

    • Eloy Souza says:

      Muito obrigado Sandro por sua visualização e comentário!
      É exatamente isto que tento passar.
      Temos somente um só espírito e sabemos que, fora da CARIDADE
      não há salvação!!!

      Abs

  3. Neusa Joseli Picareli says:

    Excelente assunto Prof. Eloy….Devemos respeitar sim todas as religões… Se assim fosse e tomara que isso um dia aconteça….e assim sendo…. HAVERA mais amor… mais compreensão… mais respeito…. Menos guerras inúteis… E o mundo será melhor e completo….

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>